yes, therapy helps!
As 5 diferenças entre socialismo e comunismo

As 5 diferenças entre socialismo e comunismo

Agosto 4, 2022

Tanto o comunismo quanto o socialismo são dois dos conceitos mais relevantes da história dos últimos três séculos. De fato, muitos dos eventos políticos, militares e econômicos que ocorreram neste estágio têm a ver com as fricções que ocorreram entre o socialismo e o capitalismo.

Por outro lado, tanto o socialismo como o comunismo nos informam sobre o fenômenos sociais e ideologias em que boa parte da população mundial participa. É por isso que é importante saber bem em que consistem.

Neste artigo vamos ver o que eles são as diferenças entre socialismo e comunismo .

  • Talvez você esteja interessado: "Os 10 tipos de valores: princípios que governam nossas vidas"

Diferenças entre comunismo e socialismo

De muitas maneiras, eles são semelhantes, mas não são sinônimos e devemos tentar não confundi-los uns com os outros. De qualquer forma, devemos ter em mente que falaremos sobre o que historicamente é entendido pelo socialismo e pelo comunismo, o que não significa que isso coincida com as posições dos partidos que atualmente se chamam de socialistas.


Muitos deles não são socialistas, apesar de terem a palavra no nome, uma vez que experimentaram um desvio que os levou a manter suas siglas simplesmente para apelar a uma base eleitoral que costumava apoiá-los. Em parte, o termo "socialismo" é usado sob a lógica do marketing e da imagem , simplesmente porque há muitas pessoas que se sentem socialistas.

Dito isso, em suma, as diferenças entre comunismo e socialismo são as seguintes.

  • Talvez você esteja interessado: "As 7 diferenças entre liberais e conservadores"

1. Eles pertencem a diferentes momentos temporais

O socialismo e o comunismo podem ser entendidos como dois estágios de um projeto e produção política: primeiro vem o socialismo e depois vem o comunismo. Quer dizer, em termos temporais eles são mutuamente exclusivos , embora de acordo com os teóricos socialistas para chegar ao comunismo, é necessário defender primeiro um programa socialista. A razão que veremos no próximo ponto.


2. Um tem classes conflitantes, o outro não

No socialismo o conceito de classe social é muito importante . Uma classe social é um grupo de pessoas que é definido pelo relacionamento que eles têm com os meios de produção. Ou seja, não é o mesmo ter que ganhar dinheiro trabalhando para os outros do que ter recursos que possibilitem que outros trabalhem para si mesmos: fábricas, terras agrícolas, etc.

Assim, o socialismo cria um contexto em que continuam a opor-se a classes sociais, mas desta vez a parte que domina a outra é aquela que foi originalmente forçada a vender sua força de trabalho sem especular.

No comunismo, no entanto, as classes sociais não existem mais, não há ninguém que possua meios de produção , uma vez que estes foram coletivizados. Isso torna impossível estar em uma situação de superioridade para poder explorar pessoas forçadas a trabalhar para os outros.


3. Eles têm diferentes princípios redistributivos

Tanto o socialismo como o comunismo podem ser entendidos como modelos de produção e como movimento social e político. Nesse último aspecto, ambos dão muita importância à redistribuição de bens, mas não propõem o mesmo.

Enquanto o socialismo trabalha sob o lema "de cada um a sua capacidade, para cada um de acordo com o seu esforço", o comunismo gira em torno do lema "de cada um de acordo com sua capacidade, para cada um de acordo com sua necessidade" . Ou seja, no comunismo supõe-se que já se está numa situação em que é relativamente fácil satisfazer as necessidades de todas as pessoas, enquanto no socialismo existem limitações que o impedem, por isso, ao priorizar o modo como é redistribuído leva em conta o esforço.

  • Artigo relacionado: "Karl Marx: biografia deste filósofo e sociólogo"

4. O papel atribuído ao estado

Historicamente, o socialismo foi dividido em sua concepção do estado. Enquanto a raiz marxista socialista defende que o Estado não pode desaparecer em um curto período de tempo, outros associados ao anarquismo, defendem a abolição deste, para desaparecer com um único "movimento". Claro, ambas as correntes acreditam que o propósito do socialismo é faça o estado desaparecer .

O comunismo, por outro lado, é uma situação em que o Estado não existe. Do ponto de vista dos comunistas, o Estado é simplesmente uma máquina que concentra o poder de impor medidas políticas e econômicas em favor de uma classe social e contra a outra, então pela força ela tem que estar ausente na meta. que é perseguido.

5. Um abre a possibilidade de uma economia centralizada, o outro não

No socialismo é possível fazer tudo o que acontece na economia seja regulado a partir de uma única instância, embora também existam socialistas que defendem a descentralização.

No comunismo, no entanto, não existe uma entidade com força suficiente para alterar significativamente a economia, uma vez que o estado desapareceu.


As diferenças entre Socialismo e Comunismo. (Agosto 2022).


Artigos Relacionados