yes, therapy helps!
11 hábitos para atingir a maturidade emocional

11 hábitos para atingir a maturidade emocional

Novembro 3, 2022

Maturidade emocional é um termo usado para nomear as pessoas que têm uma alta inteligência emocional. Eles são pessoas que entender suas emoções e as dos outros , ter boas habilidades sociais e regular seu comportamento para se adaptar ao momento e ao meio ambiente.

Maturidade emocional pode ser alcançado , mas é necessário realizar uma série de hábitos e comportamentos para alcançá-lo.

Hábitos para atingir a maturidade emocional

Você tem que ter em mente que maturidade emocional está ligada ao desenvolvimento pessoal isto é, desenvolve-se ao longo do tempo através de certos hábitos. Embora seja verdade que existem alguns cursos de inteligência emocional que podem ser úteis para adquirir habilidades emocionais, muitas pessoas aprendem esses comportamentos à medida que se relacionam com outros indivíduos e vivenciam diferentes situações da vida.


Maturidade emocional é está intimamente ligada ao bem-estar psicológico , porque vários estudos afirmam que as pessoas emocionalmente inteligentes são mais felizes e têm maior sucesso na vida.

1. Dê atenção total

Mindfulness é um termo que se tornou muito popular hoje com a ascensão da Mindfulness, mas tem uma origem ancestral, porque está enraizada no budismo e suas crenças. A verdade é que a atenção nos transforma em pessoas emocionalmente inteligentes, nos torna conscientes de nossas emoções e nossos pensamentos e nos ajuda a prestar atenção ao contexto que nos rodeia, para se adaptar melhor a este.


As pessoas que trabalham a atenção plena desfrutam de maior equilíbrio emocional e eles têm uma mentalidade sem julgamento Eles também são tratados com compaixão e aceitam os fracassos da vida.

Uma vez que a plena consciência é o primeiro passo para a mudança, pode ser útil praticar a Atenção Plena com estes exercícios: "5 Exercícios de atenção plena para melhorar o seu bem-estar emocional".

2. Você aprende com os erros

A aceitação é uma das chaves para o bem-estar emocional e É indispensável se quisermos ser felizes . A vida nos ensina que as coisas nem sempre surgem como desejamos, mas muitas vezes podemos ser muito duros com nós mesmos.

Na verdade, se tivermos a atitude certa, fracassos podem ser boas oportunidades para crescer . É por isso que é necessário deixar de lado o perfeccionismo, porque, por mais que pensemos que seja bom para nós, isso nos machuca. Você pode saber mais sobre o perfeccionismo neste artigo: "Personalidade perfeccionista: as desvantagens do perfeccionismo"


3. Desenvolver assertividade

A maturidade emocional é geralmente refletida nas relações interpessoais Quando se trata de se comunicar com outras pessoas, e embora nem sempre concordemos com as opiniões dos outros, é possível aceitá-las e dizer o que pensamos sem precisar desrespeitar ninguém.

Isso é o que é conhecido como assertivo, porque a assertividade é um estilo de comunicação em que, apesar de não concordar com o que a outra pessoa diz ou pensa, agimos sem ser rude e Estamos confiantes e seguros, sempre respeitando . Assertividade é uma habilidade social chave.

  • Artigo relacionado: "Assertividade: 5 hábitos básicos para melhorar a comunicação"

4. Conheça a si mesmo

O autoconhecimento é um dos princípios da inteligência emocional e, portanto, da maturidade ao administrar as emoções. E é para se conhecer e compreender as emoções que experimentamos é necessário regular essas emoções.

Para melhorar o autoconhecimento emocional É bom ter um diário de emoções . No diário das emoções, você pode escrever todas as noites antes de ir para a cama as emoções que você experimentou ao longo do dia e refletir sobre elas.

  • Talvez você esteja interessado: "Autoconceito: o que é e como se forma?"

5. Ouça ativamente

A escuta ativa é uma das qualidades essenciais que as pessoas devem possuir para se relacionarem com sucesso com outros indivíduos. E é que ouvir ativamente não é o mesmo que ouvir. Muitas vezes pensamos que colocar a orelha quando alguém fala para nós é realmente ouvir, mas na realidade não é assim.

A escuta ativa não está pensando sobre o que queremos dizer antes de uma pessoa terminar de falar, está prestando atenção não apenas à sua linguagem verbal, mas também não verbal, e é sabe ler além das palavras . Você pode aprofundar o conceito de escuta ativa neste artigo: "A escuta ativa: a chave para se comunicar com os outros"

6. Validar emocionalmente os outros

Validação emocional Refere-se à aprendizagem, compreensão e expressão de aceitação da experiência emocional de outro indivíduo.

Tem a ver com a empatia e a aceitação das emoções dos outros, mas também com a expressão, isto é, com os deixar saber.Em outras palavras, a validação não é apenas aceitar as emoções, mas essa aceitação deve ser comunicada à outra pessoa.

Para entender melhor este conceito, você pode ler este artigo: "Validação emocional: 6 dicas básicas para melhorá-lo".

7. Melhorar o controle emocional

Habilidades de Inteligência Emocional Mestra é necessário regular emoções e isso só é possível quando se está consciente de sua experiência emocional. Embora às vezes as pessoas possam se deixar levar pela situação, temos a capacidade de refletir e tomar decisões sábias.

Muitas vezes é preciso saber como regular as emoções. Com o artigo "Como controlar as emoções, com 11 estratégias eficazes", você pode começar a aprender a fazê-lo, embora desenvolver competência máxima nesse tipo de capacidade seja algo que exija tempo, esforço e autoconhecimento.

8. Priorizar o "nós" nas relações interpessoais

A maturidade emocional faz sentido no relacionamento com outras pessoas, isto é, nas relações sociais. Em relação ao casal ou no ambiente de trabalho, é apropriado priorizar o "nós" sobre o eu.

No caso do trabalho, por exemplo, o sindicato é força e, no caso do casal, pensar sobre os dois ajuda a superar conflitos . E é frequente perder o controle com as pessoas que amamos, e não é estranho que nos concentremos em nossas necessidades e deixemos os outros de lado. A maturidade emocional é entender isso.

9. Soltar quando necessário

O apego não é necessariamente ruim, porque os laços com os entes queridos nos ajudam a crescer e a se desenvolver. No entanto, muitas pessoas se apegam a objetos e até mesmo a suas histórias sobre o que é certo ou errado.

Crescer emocionalmente significa ser crítico da realidade, viver o presente e ter consciência do que é apego. Para evitar a dor emocional, é necessário aprender a separar de nossas crenças , nossos pensamentos, nossas memórias e, finalmente, nossos eventos privados.

  • Artigo relacionado: "5 leis do desapego para ser livre emocionalmente"

10. Deixe o passado para trás

O desapego também inclui deixar para trás o passado e viver o momento presente, porque nós não podemos viver no passado . Como eu disse, as frustrações podem nos ajudar a crescer, porque quando estamos presos em períodos anteriores de nossas vidas, não avançamos.

É claro que temos que levar em conta o que aconteceu, mas apenas como matéria-prima para aprender. Nada do que fizemos no passado serve para colocar um "rótulo" sobre como devemos nos comportar. Aceitar que nossas ações e nossas emoções são flexíveis é um passo necessário para amadurecer.

11. Pare de reclamar

Criticar-se pelo que você não fez bem e criticar os outros é paralisante. Maturidade emocional significa ser realista e estar em constante movimento. É por isso que é necessário aprenda com os erros e usar más experiências para crescer como pessoas.


????3 DICAS ESPECIAIS PARA TER MAIS MATURIDADE EMOCIONAL (Novembro 2022).


Artigos Relacionados